'Um Grito de Socorro' traz visão realista do bullying nas escolas - Agito Total

Ads Top

'Um Grito de Socorro' traz visão realista do bullying nas escolas


Jovem é maltratado por colegas de classe em filme holandês inédito no Brasil


Nesta madrugada (20) a Rede Globo exibiu o filme 'Um Grito de Socorro' no Supercine. Não tenho vergonha de falar que quase chorei (de verdade) assistindo, muito bom, e muito triste em saber que a história é real. O único erro da emissora, foi exibir esse filme tão tarde. Um filme que todos devem assistir, pensar e refletir!

Nas redes sociais, os telespectadores já fazem campanhas para que o filme seja exibido em horário nobre, e a hashtag #UmGritoDeSocorro liderou o primeiro lugar nos tópicos mundiais.


Um adolescente gordinho sofre muito com bullying nas mãos de um grupo de colegas de classe. Essa é a trama do drama “Um Grito de Socorro” (2013), filme inédito no Brasil que a Globo exibiu no Supercine na madrugada deste sábado, dia 19, para domingo.

Jochem (Stefan Collier) é um adolescente gordinho que sofre bullying nas mãos de Remco (Rick van Elk), Justin (Nils Verkooijen) e Sanne (Charlotte Bakker), um grupo de colegas da escola. O menino é sempre o último a ser escolhido na aula de educação física, mas não é só isso.


As provocações contra ele ficam cada vez mais intensas, e Jochem tem suas roupas roubadas do vestiário enquanto toma banho, apanha e é humilhado pelos colegas a todo momento.

Alguns amigos até tentam ajudar, mas a situação sai do controle quando o garoto é forçado a tomar bebida alcoólica em uma festa. No dia seguinte, o diretor da escola aparece na sala e diz que Jochem não voltou para casa. Sentindo-se culpado por não ter apoiado Jochem, David (Robin Boissevain), um colega de classe, resolve procurá-lo, sem imaginar que talvez seja tarde demais para ajudá-lo.


A ideia de contar a história de Jochem, foi idealizada pela escritora holandadesa Carry Slee. O sucesso entre os jovens se repetiu na adaptação da trama para as telonas. O filme levou milhares de espectadores aos cinemas da Holanda e colecionou prêmios por toda a Europa.

História do filme repercutiu bem entre jovens que o definiram como o melhor de 2013. O filme recebeu prêmios no Canadá, na Itália e até na Estônia, em premiações que, geralmente, jovens entre 12 e 14 anos decidem os indicados e os vencedores. Em 2014, o juri jovem do "European Film Awards" elegeu "Um Grito de Socorro" (2013) o melhor filme do ano.


E fica a dica do Agito Total... Se você conhece alguém da sua escola, rua de qualquer lugar que sofre com o bullying, não se cale, tenha voz, antes que seja tarde demais!

Nenhum comentário:

@Tonvass. Tecnologia do Blogger.